Spider-Man: Miles Morales e as expansões que viram jogo solo - É Tudo Biscoito

Breaking

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Spider-Man: Miles Morales e as expansões que viram jogo solo

Semana passada, durante a conferência virtual da Sony mostrando o Plystation 5,  tivemos uma grande confusão besta sobre o vindouro Spider-Man: Miles Morales.



Foi confirmado que o jogo será um titulo próprio lançado para a plataforma, mas não será uma sequência grande, e sim um super DLC com historia e mapa própria lançado separadamente, só isso. A confusão foi tamanha e tão cheia de indas e vindas nos sites de noticias sobre video game, que parecia coisa do governo brasileiro atual, por isso resolvi fazer uma materia rapida sobre outras vezes que isso aconteceu na industria, pois já tivemos alguns "super DLC's" que acabaram saindo como um jogo próprio!

O primeiro que me lembro foi um que tenho grande carinho, Halo 3: ODST.



Na época o Halo 3 ainda era um dos jogos mais vendidos da geração, hype gigante, e a Microsoft surfando nesse sucesso, por isso a Bungie, produtora na época, começou a trabalhar em uma grande expansão do jogo pra trazer novos mapas multiplayer e também uma nova campanha que se passaria antes dos eventos do titulo original, porém com um novo cast de personagens, pela primeira vez sem o Master Chief.



Porém a Microsoft achou que o trabalho podia facilmente render uma caixinha de DVD só pra ele, afinal realmente era conteúdo para um titulo independente, não tanto quando o original mas ainda sim servia. Então em setembro de 2009 o game que seria apenas uma expansão, foi lançado como novo jogo da série principal. 



Eu gosto bastante porque foi o primeiro game original que eu comprei pro Xbox 360 (na linda época onde lançamentos custavam R$170,00 e eu já achava caro), e passei muitas horas jogando online e me aventurando pela campanha super divertida que mostrava a guerra aqui na Terra com a trabalheira que os pequenos soldados de fundo tinham que resolver. O jogo apresentava um pequeno mundo aberto para se explorar e encontrar itens de outros soldados, cada item te leva para uma fase mostrando o que aconteceu na cidade no dia anterior e as batalhas de cada membro do esquadrão, as fases eram bem criativas e diferentes do habitual de uma maneira interessante para os fãs.



Outro grande titulo que recebeu o mesmo tratamento foi Uncharted: The Lost Legacy, titulo que começou como expansão de historia do Uncharted 4: A Thief's End focado nas personagens Chloe Frazer e Nadine Ross, fazendo um juntadão de elementos dos jogos anteriores e adicionando um mundo aberto para explorar e ao mesmo tempo expandir a campanha. 



O game foi bem recebido pelo seu roteiro e produção, a mostra que dá pra fazer esses títulos um pouco "menores" pra agradar aos jogadores e até chamar atenção de quem nunca tinha jogado nada da franquia e não quer pular direto para um "jogo 3" ou "jogo 4" de alguma franquia estabelecida. Você também se lembra de algum jogo no mesmo estilo? Relembre conosco ai nos comentarios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário