O que esperar de Sekiro: Shadows Die Twice - É Tudo Biscoito

Breaking

quarta-feira, 11 de julho de 2018

O que esperar de Sekiro: Shadows Die Twice


Ansiosos pelo próximo grande jogo da From Software? Depois dos fantásticos Dark Souls todos os olhos estão voltados para Sekiro quando foi revelado na E3, falamos um pouco sobre o game no nosso podcast, ouça clicando aqui. Mas fomos atrás e pegamos todas as informações do jogo pra você!

Sekiro: Shadows Die Twice não é só um Dark Souls com skin de ninja, e gameplay refinado das lutas (apesar de ter um pouco disso também), aqui vamos ter um foco um pouco maior na narrativa do nosso protagonista, um personagem fixo não customizável. 


O game vai contar uma historia que conta, obviamente, com fortes referências a cultura japonesa, é bem focada na relação entre um shinobi e seu mestre, basicamente nosso protagonista é um ninja mercenário trabalhando para um jovem Senhor. Tentando proteger o pequeno Mestre, que é alvo de vilões devido a sua influência, um Samurai derrota nosso herói e corta seu braço, quando ele acorda com seu braço "robótico" acaba ganhando novos poderes para resgatar o moleque. Porém os desenvolvedores afirmam que o jogo não é "story-driven", e os elementos de historia espelhados pelo cenario onde o jogador vai descobrindo as coisas por si só, uma marca do Dark Souls, vai continuar aqui também.


Mas tudo isso a gente viu no trailer né, um coisa legal desse jogo é sua identidade visual, que celebra a natureza japonesa, com muitas florestas e templos, quem jogou o titulo a portas fechadas curtiu muito alguns detalhes como arvores que soltam folhas, flores e galhos pelo ar enquanto você luta contra os inimigos.


Vamos pro gameplay, o jogo é difícil, ele é pensado pra ser mais desafiador do que qualquer um dos Dark Souls, analisando de forma básica já podemos ver lutas mais refinadas e a adição de uma verticalidade nos cenários devido ao gancho que nosso herói possui. O grande diferencial são as diversas formas nas quais o jogador pode iniciar o combate, seja usando a katana e as mecânicas de luta, ou usando todo o arsenal de um ninja, criando armadilhas pelo cenário, sendo stealth. Existem chefes que exigem mais de cada uma dessas habilidades, porém o jogo continua com cenários grandes e interconectados, onde você poderá fazer tudo de uma vez.


Com todos esses elementos, a velocidade do jogo é alta, nosso ninja é muito ágil e pode usar o gancho para alcançar as diversas layers dos cenarios, com isso o level design se torna muito interessante, temos inimigos com patrulhas diferentes posicionados nessas diversas camadas, o que nos incentiva a raciocinar mais e usar as habilidades ao máximo para superar os desafios que o game nos prepara.


Sekiro apresenta um sistema de energia diferente, aqui temos a 'Postura', o jogador e os inimigos possuem essa Postura de batalha, toda vez que você leva dano vai perdendo essa Postura, o único meio de mante-la é defendendo um golpe no momento perfeito, fazendo isso você vai reduzir a Postura do próprio inimigo, cada inimigo tem padrões e estilos diferentes, as vezes vai ser mais efetivo usar outras armas, o sistema de diversas armas continua aqui também, machados e outras espadas serão adquiríveis durante a aventura. 



O jogo é pensado pra fazer o jogador morrer bastante, tem um foco em fazer cada batalha ser de vida ou morte. E como o subtitulo do jogo indica existe um sistema de ressurreição, pra fazer esse negocio de morrer de novo e de novo não ser tão chato assim, você pode renascer e continuar a ação do mesmo ponto onde parou. Não vai dar pra fazer isso sempre, existe um item consumível que permite fazer isso, esse ponto ainda não foi falado em detalhes pelos desenvolvedores, mas sabemos que vai ser mais ou menos como as areias do tempo no Prince of Persia (maaais ou meeenos né).



Bom, essas foram algumas das informações mais interessantes que vasculhamos sobre o jogo, temos um novo grande titulo da From Software chegando para o Playstation 4 e Xbox One em breve. Está ansioso? Comente ai!

Nenhum comentário:

Postar um comentário