Jogos Revolucionarios: Resident Evil 4 - É Tudo Biscoito

Breaking

domingo, 10 de janeiro de 2021

Jogos Revolucionarios: Resident Evil 4

 Vou tentar criar essa série de textos curtos sobre alguns jogos que mudaram a historia dos vídeo games devido a sua importância ou mecânicas inovadoras. O primeiro que me vem a mente sobre este tema é Resident Evil 4.


Resident Evil 4 foi um salto gigantesco para a franquia, RE estava começando a se tornar uma reliquia, o Dreamcast já estava no mercado, Playstation 2 e Game Cube pra sair, e agora os controles travados já não pareciam tão bons como antigamente, na verdade nunca pareceram, mas serviam para complementar a noção de perigo que o jogo vendia.

Porém estávamos evoluindo, controles analógicos começavam a se tornar cada vez mais comuns graças aos jogos de plataforma do Nintendo 64, o controle com 2 analógicos do Playstation também se tornava cada vez mais aceito pelo público e pelos desenvolvedores, transformando o modo como controlávamos câmera e personagens dentro do jogo. Jogos de aventura como Tomb Raider também eram forçados a usar os controles de tanque do RE pois a maioria dos jogadores tinha apenas um D-Pad como forma de controle principal, mas com o tempo isso foi ficando para trás e agora os jogos de aventura podiam ser ainda mais imersivos devido as opções de controle disponíveis.



Jogos de ação em terceira pessoa se tornaram cada vez mais comuns, Splinter Cell usava elementos de stealth e tiro como poucos jogos faziam, o Dreamcast começava a receber cada vez mais jogo neste estilo, e de repente o lançamento de Resident Evil Code Veronica parecia "um passo pra frente e dois para trás" na industria. 



Code Veronica foi o primeiro a colocar cenários totalmente em 3D pra você explorar, e controles melhores, porém a Capcom sabia que o próximo jogo da série principal deveria ser realmente um passo para o futuro. A equipe de Shinji Mikami, diretor do jogo, repensou por diversas vezes toda a estrutura de como um RE funcionava e como poderiam melhora-la. Vale lembrar que a última vez que tentaram mudar demais o jogo, ele acabou se tornando uma franquia totalmente nova, chamada Devil May Cry.



Por isso o jogo deveria ser amplo, cheios de lugares pra se explorar, mas que mesmo assim fosse limitado o suficiente para causar tensão ao jogador, acho que isso decidiu que eles adotariam uma câmera semelhante a jogos como Splinter Cell e Hitman, porém o jogador não poderia ter tanto controle sobre a câmera, como eram nos originais, então eles escolheram aproximar a câmera do jogador colocando bem na altura da cintura, para que ele precisasse se virar em 90º para poder ver além da sua visão periférica, era uma, digamos, aproximação da realidade, e não existiam jogos exatamente como aquele até aquele momento.



Outro foco foi no combate, ao segurar a arma o personagem ainda fica preso no lugar, como nos originais, porém agora você teria o controle total da mira, e com isso os inimigos teriam efeitos diferentes dependendo de onde fossem alvejados, o que também permitia a criação dos mais diversos tipos de inimigos que deveriam ser derrotados das mais diversas formas apenas usando a mecânica básica de mirar, até para explorar segredos do jogo você deve aprender a usar a mira de uma forma criativa.

O jogo possui diversos pequenos elementos assim que já dariam jogos completos, porém uma outra grande marca de Resident Evil 4 foi seu sistema de dificuldade, você pode selecionar o nivel "inicial" (entre Normal e profissional) ao começar o game, porém durante o jogo os inimigos vão se adaptando ao seu estilo de jogo e sua habilidade. Quanto pior é sua mira, ou sua agilidade, os inimigos começam a ficar mais lentos e vir em menor quantidade, e o oposto acontece quando você começa a jogar melhor, eles ficam mais ageis, em maior número e maior variedade de taticas, como usar escudos. Eu falo melhor disso nessa materia que escrevi pro jogando casualmente: A dificuldade Dinâmica nos videogames.



Resident Evil 4 é importante pois foi o jogo que segmentou o gênero de tiro em terceira pessoa como conhecemos hoje. Gears of War, por exemplo, teve seu gameplay completamente inspirado pelo RE4, e com isso formou uma nova geração de jogos de ação. O modo como o game usa sua narrativa pode não parecer original, pois usa os mesmos elementos vistos nos jogos anteriores e outros como Metal Gear, mas seu estilo cinematográfico está no DNA de cada jogo de terror de hoje em dia, em cada Uncharted ou Tomb Raider, em cada game de Tiro em terceira pessoa. 

A série Resident Evil como um todo nunca foi lá tão original, os jogos originais são baseados em Alone in the Dark e os recentes são baseados nos sucessos indies de jogos de horror, RE4 portanto é o mais original e inspirado de todos eles em minha opinião, e revolucionário pois após ele o mundo dos games nunca mais foi o mesmo. E são mais desses jogos que eu quero falar nos próximos textos, até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário