ÉTB Indica: Cineminha "Alternativo" - É Tudo Biscoito

Breaking

segunda-feira, 2 de maio de 2022

ÉTB Indica: Cineminha "Alternativo"

 No quadro do Biscoito Indica de hoje eu quis trazer uns filmes um pouco fora do mainstream que eu acabo cobrindo sempre por aqui, mas não tão longe assim, são uns filmes facilmente reconhecíveis, que eu vi esses dias, então vamos lá:



In the Mood for Love

  • 2000
  • Diretor: Wong Kar-Wai
  • Em chinês tradicional: 花樣年華''

Esse filme é uma obra de arte, pra ficar olhando, admirando, descobrindo os pontos de vista, significados, coisa e tal, um drama chinês que se passa na Hong Kong de 1962, contando uma melancólica historia sobre um homem e uma mulher que se mudam para o mesmo prédio, que é lotado de gente, e ninguém tem lá muita privacidade, e esses dois acabam descobrindo que sua esposa e seu marido estão tendo um caso. 

A partir desse ponto o filme, mostra nossos protagonistas conversando e tentando descobrir como seus respectivos cônjuges acabaram se encontrando e talvez se apaixonando. O foda de tudo é como tudo é filmado, a câmera sempre está por trás de uma porta, uma janela, pelo canto do corredor, como se nós fossemos os vizinhos, olhando e fofocando. De vez em quando tem uns pequenos pulos temporais, e a  gente se sente fazendo fofoca com nós mesmos pra juntar os pontos do que eles estão fazendo agora, e se estão realmente se apaixonando ou não. É lindo, triste e altamente recomendado.



Volver

  • 2006
  • Diretor: Pedro Almodóvar

Do sempre incrível Pedro Almodóvar, temos uma historia forte, grandes plot twists e cheia de coisas estranhas pra te deixar um pouco confuso. No filme, Raimunda vive e trabalha em Madrid, com seu marido Paco e sua filha Paula. Raimunda vive próximo de sua irmã Sole, as irmãs perderam a mãe há alguns anos num incêndio, porém uma vizinha diz ter visto o fantasma da mãe das mulheres na sua antiga casa. A trama se complica quando Paula mata Paco em sua casa, e diversos misterios do passado vão ser revelados enquanto Raimunda tenta esconder esse fato e seguir sua vida.

O filme é lindo, com atuação incrível da Penélope Cruz e todo elenco, além de me deixar muito feliz por quase não ter homem no filme, e os que tem quase não falam nada, mas nem por isso deixam de ter uma presença tenebrosa na trama pelo que alguns fizeram no passado.



Perfil de uma Mulher

  • 2021
  • Diretor: Kôji Fukada
  • Nome original: Yokogao


Esse filme é legal porque ele conta uma historia super séria e ainda consegue ser meio noiado nas ideias. Aqui acompanhamos a vida de Ichiko em dois períodos de tempo, no passado e no presente. no passado ela trabalha como enfermeira particular na casa de uma familia, cuidando da avó de uma familia que Ichiko praticamente faz parte, por mais que esteja quase tudo pronto para seu casamento com um homem que já tem um filho. A familia é formada pela avó, mãe e duas filhas, a mais velha, Motoko, é particularmente mais ligada com Ichiko. Já no presente, vemos Ichiko abandonada, sem a familia, sem emprego, sem noivo e se escondendo das pessoas.


Então o filme vai mostrando o que houve nesse meio tempo, e somos apresentados a uma dura realidade, um dia a irmã mais nova de Motoko é sequestrada, e o sequestrador é ninguém menos que o sobrinho de Ichiko, o caso ganha fama na TV e jornais, colocando a midia como corvos em cima das envolvidas, e no final, por mais que o sequestrador tenha sido preso e a menina libertada, a vida de Ichiko vira de cabeça pra baixo quando a sociedade resolve colocar a culpa de tudo o que aconteceu nela e na jovem sequestrada. 


Acompanhamos o ponto de vista de Ichiko, e quase nem vemos como foi o sequestro, nem o seu sobrinho, mas acompanhamos o tenso desenrolar do julgamento social, e como a vida das famílias se transforma em um inferno mesmo depois de tudo o que houve. É daqueles filmes que, assim como os outros da lista de hoje, só vendo pra sentir.



A Bela e os Cães

  • 2017
  • Diretora: Kaouther Ben Hania
  • Beauty and the Dogs


Pra fechar, vou com um filme ainda mais pesado nos seus temas, nesse filme tunisiano, inspirado em uma historia real, acompanhamos uma noite na vida de Mariam de 21 anos, ela conhece um rapaz em uma festa e eles saem para namorar um pouco, quando eles são abordados pela policia, e eles estupram a jovem. O filme não te conta isso logo de cara, mas partir desse ponto acompanhamos a luta de Mariam para tentar lutar pelos seus direitos, enquanto todo o sistema está trabalhando para defender os criminosos.


Esse foi o filme que mais me prendeu na cadeira de tensão e raiva nesse ano, ele é divido em 9 atos, em cada um vamos pulando para um ponto da noite da protagonista tentando lutar contra seus medos e os preconceitos de toda a sociedade enquanto tenta ir no hospital e dar depoimentos aos policiais, tem momentos fortes, mas apenas emocionalmente falando, não tem nada muito gráfico nesse sentido.


Todos os filmes indicados hoje estão disponíveis no Mubi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário