1º Fire Emblem será relançado para o Switch - É Tudo Biscoito

Breaking

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

1º Fire Emblem será relançado para o Switch


 

A Nintendo surpreendeu com um relançamento meio diferente, dessa vez o primeiro jogo da série Fire Emblem, lançado originalmente no Famicom, será adaptado para o ocidente pela primeira vez para comemorar os 30 anos da série.


A reedição me causou surpresa pois o jogo não será lançado no Switch Online gratuitamente para os assinantes, vai ser lançado de forma separada por 6 dólares na eShop, e por tempo limitado, só até 31 de março de 2021.

Esse negocio de lançamento limitado por datas especiais é uma tradição japonesa, é meio estranho mas até ai tudo bem, agora porque vender um jogo de 30 anos atrás não me entra na cabeça, digo, as empresas ainda vendem jogos antigos, claro, mas geralmente em uma coletânea com diversos outros jogos. Mas a Nintendo não está sozinha nisso não, a Sega também tem uma linha de jogos de Game Gear vendidos na eShop, e tem um monte de jogos da SNK sendo vendidos separadamente por lá também, mas em tempos de emuladores tão fáceis na internet, eu não consigo ver o valor em comprar apenas um jogo de 20/30 anos sem nenhum bônus separadamente.

Uma coisa legal é que a Nintendo vai lançar uma edição especial física, com artbook, uma réplica da caixa original do NES, um mapa, uma reprodução em medidas reais do cartucho original e um código de download.


A série Fire Emblem tem uma historia interessante, o jogo é desenvolvido pela Intelligent Systems, que é independente mas só produz séries da Nintendo, como  Paper Mario, WarioWare, Wars (lembram de Advanced Wars?) e, claro, Fire Emblem.

O primeiro game dessa série de RPG tático num mundo fantástico, chamado Fire Emblem: Shadow Dragon and the Blade of Light, foi desenvolvido meio que como um projeto de aprendizado de jovens desenvolvedores, e quase não foi lançado comercialmente, porém vendeu bastante, surpreendendo a Nintendo e garantindo sequências.




Porém a série de demorou pra sair do Japão, ela foi lançada originalmente em 1990 e teve 7 sequências exclusivas do mercado nipônico. A partir daí os personagens começaram a ficar mais reconhecidos e até aparecer na série Smash Bros. da Hal Laboratory. Esse sucesso fez a Nintendo finalmente trazer a franquia para o ocidente. O primeiro game a chegar nos EUA e Europa foi Fire Emblem: Rekka no Ken, de 2003 para o Game Boy Advanced, que foi lançado por esse lado do mundo em 2004 com o título de apenas "Fire Emblem".  



Com esse novo sucesso nos portateis, e agora no mundo inteiro, a Nintendo apostou em trazer Fire Emblem de volta para os consoles, em 2005 Path of Radiance foi lançado no Game Cube, que vendeu bem e garantiu a sequência Radiant Dawn, no Wii em 2008.



Porém em meados de 2010 a franquia começava a decair em vendas e sumir do gosto do público, os relançamentos para Nintendo DS não foram muito bem sucedidos, o que colocou a produção da série m hiato, na época a desenvolvedora já estava desenvolvendo uma sequência para o 3DS, e a Nintendo então mandou uma mensagem clara pra Intelligent Systems, se o jogo vendesse menos de 250 mil unidades, a série como um todo seria cancelada.

Com isso a Intelligent Systems resolveu colocar todas as ideias que já tiveram pra série num último jogo, já imaginando que seria a última chance deles com a franquia, e ai Fire Emblem: Awakening aconteceu, o jogo foi um verdadeiro sucesso, chegando na hora certa onde o próprio 3DS estava subindo em vendas e meio que uma coisa levou a outra ao sucesso.




E estamos nos dias atuais, Fire Emblem é hoje uma das maiores séries da Nintendo, com vários spin offs e produtos de sucesso nas mãos, historia interessante não é mesmo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário