Próxima parada Apocalipse | Review Pocket - É Tudo Biscoito

Breaking

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Próxima parada Apocalipse | Review Pocket

Próxima Parada Apocalipse é o novo filme original da Netflix, e não foge muito do padrão 'ok' de seus filmes originais. 


A premissa do filme é interessante, e provavelmente foi nela que o filme foi vendido, Uma catastrofe apocaliptica surge no mundo, não tem mais internet, telefone, a energia simplesmente acabou, o mundo rapidamente começa a ficar meio Mad Max e no meio disso tudo um sogro e genro que nunca se entenderam bem precisam se unir para atravessar os Estados Unidos inteiro para salvar a filha/noiva. 



O filme apresenta os conceitos muito bem, o inicio é intrigante e rapidamente somos colocados nessa 'road trip do inferno' com a dupla, o filme aposta numa paleta amarelada e coloca varias imagens muito bonitas na tela, os efeitos são muito bem utilizados (hoje em dia a gente sabe que tudo o que se vê tem uma mãozinha de CG), e logo trás varias coisas que a gente já espera, muitos encontros perigosos com milicias, personalidades diferentes em cada ponto e sequências de ação aqui e ali durante as duas horas e pouco.

As atuações não comprometem, o único que está a cima da média como sempre é Forest Whitaker, que faz o sogro, o único personagem mais aprofundado, mas no geral o filme se mostra despretensioso, nenhum outro personagem é interessante, e esse é o maior problema do longa, o roteiro perde oportunidades de fazer algo novo com o gênero e se foca em requentar velhos clichês, alguns divertidos outros nem tanto, como o desfecho, que é minha maior critica negativa quanto ao filme, parece que eles não sabiam como terminar essa historia, então entra um personagem que você já sabe o que vai fazer no segundo onde ele aparece em cena e ai o filme meio que acaba. 


Próxima Parada Apocalipse é um filme bem ok, eu me diverti com as sequências de ação e o conceito todo da trama, mas não dá pra esconder que ele apresenta vários plots que não levam ninguém a lugar nenhum, e apresenta personagens com pouco carisma em 2 horas mal aproveitadas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário