Review: Superbrothers: Sword & Sworcery EP - É Tudo Biscoito

Breaking

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Review: Superbrothers: Sword & Sworcery EP


De volta as atualizações aqui no Biscoito, essa vai ser especial por mostrar o que é pra mim, o melhor game disponível nos tablets e celulares modernosos ai, e um jogo de PC incrível também, que me fez ficar 'imerso' no universo como poucos!



Superbrother's: Sword & Sworcey da Capybara Games é estranho e fantástico, um adventure point and click com excelentes puzzles, e gráficos no estilo retrô 8-bit que são simples e lindos de se ver! É fácil se perder na grande floresta, montanhas e um mundo dos sonhos.



O jogo é bem estranho pois é apresentado como um "experimento social para quem tem doença na alma", antes de cada capitulo uma figura te explica o que vai acontecer, e logo você controla uma guerreira Scythian, apenas com seu cão (o Dogfella), e embarcam numa quest para recuperar um livro mistico e desbloquear grandes poderes antigos capazes de destruir uma força poderosa maligna.



Durante a aventura você conhece alguns personagens que tem poucas falas, na verdade o jogo é contado todo assim: "E nos derrotamos o monstro, e nos sentimos muito espertos". A quest vai para florestas densas, cavernas sombrias, templos subterraneos, e até o mundo dos sonhos, onde nada é o que parece.



No mobile o jogo funciona magicamente, você pode tocar em qualquer lugar guiando a Scynthian em sua jornada pelo mundo, A narrativa é sensacional, apenas de ser minimalista, sempre contado em forma de monologo pela Scythian, que ainda conta ser "guiada pelos dedos de um grande deus" (o jogador oras!).



Acho que a coisa que mais me fez curtir esse jogo, é que jogando no começo da madrugada, sozinho no escuro, resolver um puzzle para entrar num antigo tempo dentro de uma caverna, e liberdar um mal antigo que te persegue por todo o lugar, em uma trilha sonora fenomenal feita por Jim Guthrie, realmente me dava calafrios! E fazia muito tempo que um jogo realmente me passava todas as emoções de uma forma dessa, em cada capitulo aquele mundo perigoso te desafia e deixa com os dentes rangendo.



Após conseguir o livro, na primeira quest, você consegue fazer uso de magias que modificam o ambiente e leem a mente dos outros personagens (revelando muitas piadinhas pontuais no game e mais sobre a historia), os ambientes são grandes e bem exploráveis, e os puzzles não são auto explicativos, o jogo nunca te diz exatamente o que fazer, mas descobrir não é impossível, o equilibro desse desafio é o que faz você se sentir esperto por desvendar, e amar esse jogo.


Puzzles inteligentes, música e atmosfera incríveis, fazem desse um jogo obrigatório pra quem é gamer e tem um tablet, cada luta é emocionante, e cada resolução é gratificante, uma perola indie pra ninguém botar defeito.


Nenhum comentário:

Postar um comentário